Great times “ARE NOT” coming back

ANDERSON E RONALDO FRATURAHá pouco mais de 1 ano, Anderson Silva sofreu uma série lesão e iniciou naquela fatídica noite de Las Vegas uma chance única de reescrita de história de superação, vis-à-vis o que aconteceu com Ronaldo Fenômeno: ele foi o melhor do mundo, sofreu também uma lesão igualmente impressionante, se recuperou e o final da história já sabemos – dois gols da final da Copa de 2002 e a passagem vitoriosa pelo Corinthians. Coube a Dana White, Ronaldo, Anderson, Nike, Nine, Patrocinadores, Globo, UFC, etc saberem pilotar cirurgicamente essa história para que tivesse o mesmo final feliz. Ficamos de olho. Tinha tudo para dar certo. Mas não deu. Com a confirmação do dopping, vimos nascer um novo Ben Jonhson! E a pergunta que paira agora é uma só: o que fazer numa hora dessas? Deixo essa questão aos amigos “PR” e especialistas em “personal branding”…. tem como dar a volta por cima? como? Eu acho que já era. E as marcas hein? Budweiser? HDI Seguros? Tão caladas. Quando foi anunciado o também vergonhoso dopping de Lance Armstrong, Nike e outras marcas pularam fora no dia seguinte e o ex-ciclista tem inúmeros processos nas costas. E a Globo hein? investiu milhões no UFC, um “esporte” com cheiro de dopping. Mas acho que a assessoria do sujeito é boa, né? não é a NINE comandada pelo Ronalducho? Enfim, já já (talvez esse esses próximos domingos mesmo) ele deve estar no Fantástico dando justificativas para o injustificável… vai chorar, vão mostrar ele com os filhos, toda a aquela narrativa clichê melodramática que já estamos a acostumados a ver. Estamos de olho…

Marcos Hiller

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *