O Renegado

renegadepor Marcos Hiller

Wilson Xavier é um cidadão classe média-alta paulistano. Mora no bairro de Moema. É um investidor. Possui 2 franquias de lojas Subway, além de ter herdado 3 imóveis e que lhe gera uma renda bastante razoável. Como de praxe, a cada 3 anos, Xavi (como é chamado pelos amigos) gosta de trocar de carro. Esse ano, ele não pensou duas vezes, foi na concessionária da Jeep e pagou à vista R$ 115 mil reais em seu novo Jeep Renegade completaço modelo Longitude 9 marchas. Ele não titubeou na cor e escolheu o modelo branco. Segundo ele, é uma cor chique e blasè. Ao buscar seu novo veículo, já virou tradição: todas as vezes quando ele retira um novo carro da concessionária, ele pega seu filho e vai “desfilar” com seu automóvel pela Av. Paulista e adjacências. Nessa ocasião, Wilsinho, seu filho, no trajeto entre a loja Jeep da Av Ibirapuera até a Avenida Paulista, teve a ideia de contar quantos outros veículos do mesmo modelo de seu pai que ele veria no trajeto. Mas antes de ir, outro ritual: seu filho postou uma selfie fazendo careta com o carro ao fundo. Em apenas 2 minutos, mais de 129 likes no Instagram. Só no primeiro kilômetro do passeio, Wilsinho avistou 3 modelos simplesmente idênticos ao de seu pai. Passando pelas imediações do Parque do Ibirapuera e subindo pela Rua Stela, mais 14 modelos similares de seu pai foram contados. Ao se deparar com o décimo segundo veículo, o moleque não resistiu e soltou: “Porra, pai…nosso carro parece um Celta de tão popular que é! Como assim???”. O pai retruca: “Calma, Filhão!!! Certamente são modelos inferiores ao nosso! É apenas o mesmo carro e mesma cor, mas eu duvido que eles tenham também motor 2.0 com 170 cavalos, adaptador de iPad, parafuso antifurto nas rodas, apóia braços com porta objeto, ar condicionado dual zone, seletor para 5 tipos de terreno, tapetes personalizados. E duvido que algum desses motoristas pagaram à vista como a gente. Devem estar todos com aquele carnêzão na mão, hahahahahha”. Ao final do trajeto completo, Wilsinho e seu pai contaram cerca de 76 outros Jeep Renegades, desses 39 eram igualmente brancos. Xavi voltou para casa e seu filho, meio desolado, simplesmente deletou a foto do Instagram e não conseguiu dormir aquela noite, tamanha a decepção. Na manhã seguinte, um domingo, Wilson chamou seu filho para um novo passeio de consolação. Dessa vez pegaram a Marginal Pinheiros e ficaram extremamente furiosos em colocar um automóvel com 170 cavalos para transitar a míseros 50 Km/hora na pista local da avenida. Após 5 minutos, Wilsinho abriu o vidro e bradou: “Hadddaaaad, andar a 50 por hora é fodaaaaaaaaaaaaa! Nós temos 170 cavalos porrrraaaaaaaaaaaa. Seu petralhaaaaaa”. Ao ouvir o protesto de seu filho, Xavi foi invadido por um sentimento de ira, simplesmente ignorou a determinação das placas e começou a acelerar seu novo Renegade branco. Pisou fundo. Ele atingiu cerca de 185 Km/h em alguns trechos. Nesses momentos de altíssima velocidade, seu filho esticava o braço para fora com o dedo médio esticado para cima. Vale lembrar que nesse novo passeio, mais 43 modelos do Renegade Branco foram vistos por ambos. Três semanas depois desse dia, chegaram 12 multas de excesso de velocidade na caixa de correio de Xavi. Ele ficou furioso ao ver aquele calhamaço de notificações, não pensou duas vezes e simplesmente picou todas aquela resma em pequenos pedaços. Seu filho Wilsinho abriu o janelão de seu apartamento em Moema e atirou toda aquela chuva de pedacinhos de papel ao gritos de: “13 e confirma é o caraaaaaaaaalho, chupaaaaaaaaaa, aqui é Renegade Vidalokaaaaaaaa”.

FIM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *